segunda-feira, 15 de agosto de 2016

Brincadeira simples, mas importante para o desenvolvimento do Bebê

Oi Pessoal tudo bem?

Olha que interessante essa informação sobre uma brincadeira muito simples e que constantemente fazemos com os bebês, a famosa “Cadê o bebê? Achou”

Minha Letícia! Fofura da mamãe!
Com o rosto tampado o papai ou a mamãe dizem: “Cadê a mamãe? ou Cadê o bebê?”. Então, descobrem o rosto e dizem “Achou!”. Esta é uma brincadeira clássica que sempre desperta muitas risadas dos bebês.  E agora, os cientistas descobriram porque os pequenos a adoram tanto e seu benefício incrível
para o bebê.

Uma pesquisa publicada na revista científica Cognition and Emotion descobriu que os bebês adoram esta brincadeira porque desde os seis meses de vida eles já possuem expectativas em relação à identidade e localização da pessoa. Ou seja, os bebês já esperam que a pessoa que “sumiu” retorne e quando isso acontece os pequenos ficam felizes com a confirmação de sua expectativa. Por isso, os bebês gostam tanto desta brincadeira.

Além disso, uma teoria do psicólogo do desenvolvimento Jean Piaget defende que os bebês nascem muito confusos em relação ao que está ocorrendo ao seu redor. E aos poucos passam a entender o que está ocorrendo. Então, o bebê começa a entender que quando ele ouve a voz da mãe significa que ela não está muito longe ou que quando uma bola rola para trás do sofá ela não deixa de existir. Piaget chama isso de princípio do objeto permanente e sugere que o bebê passa os dois primeiros anos de vida trabalhando isso. Assim, nestes dois primeiros anos, a brincadeira “cadê o bebê? Achou” ajuda a consolidar no bebê a ideia de que as coisas/ pessoas podem continuar por perto mesmo quando você não as vê.

Não é legal? Eu aqui em casa brinco sempre com a Letícia e nos divertimos muito e adorei saber que coisas simples fazem diferença no desenvolvimento dos bebês, 

Espero que tenham gostado

Fonte: www.bebemamae.com

Super beijo e me acompanhe sempre!

Um comentário:

  1. Nossa isso é muito interessante, é bom saber que essa brincadeira não é em vão.

    Beijos
    www.mariaulhoa.com

    ResponderExcluir