segunda-feira, 11 de janeiro de 2016

Minhas descobertas no primeiro mês como Mãe!

Letícia chegou e com ela muitas mudanças ter uma nova vida em casa é maravilhosos e assustador, ser responsável por alguém que depende de tudo pra sobreviver é muito trabalhoso, o amor ajuda muito a superar tudo, mas as vezes bate o cansaço e a impaciência. 
Por mais mais que você se prepare nunca vai entender o que é ter um bebê em casa até ter um.
Não importa quantos livos você leia, ou quantos vídeos você assista,  você nunca vai estar realmente preparada para as surpresas que podem acontecer. Os sustos, as angustias mas principalmente as alegrias que você vai ter!



Vou contar para vocês as minhas descobertas e como foi esse primeiro mês como mãe!
Ainda na maternidade descobri que não dormiria mais como antes, um bebê recém nascido  precisa
mamar a cada três ou quatro horas então vai acordar algumas vezes durante a noite. 

Nos primeiros dias eu passava quase a noite todo acordada, não porque minha bebê chorava, mas porque eu queria ter certeza que ela estava respirando, parece bobagem, mas ela me parecia tão frágil que eu queria ficar olhando e cuidando, e admirando também para ter certeza que era real. Depois aprendi que não preciso ficar vigiando o sono o tempo todo. Ela é pequena, precisa de muitos cuidados mas não é tão frágil assim. 

Quando cheguei em casa, descobri uma sensação diferente, tinha um neném morando com a gente e era nosso, demorou um tempo pra cair a ficha, uma pessoa saiu de dentro da minha barriga, confesso que as vezes quando olho pro rostinho dela, ainda não acredito que sou mãe, parece surreal!

Descobri também que amamentar dói, dói muito, os mamilos ficam machucados, e parece que seu peito vai rasgar, as lágrimas escorriam pelo meu rosto enquanto ela sugava, me contorcia de dor e em alguns momentos pensei em desistir, dar uma mamadeira seria muito mais fácil. Mas resisti, passei o próprio leite, pomadas, remédios caseiros e continue, sei o quanto é importante para uma criança o leite da mãe. Foram quase três semanas sofrendo, mas a dor foi passando, os mamilos melhorando e amamentar começou a ficar bom, um momento único de troca de carinho e olhares entre nós duas, a amamentação é linda, mas o começo é bem difícil, se você está passando por esse momento não desista, seja forte, porque passa. 

Descobri que trocar fraldas é mais fácil do que parece (nunca tinha trocado uma fralda na vida)
E que dar banho é mais difícil do que parece. Pelo menos os primeiros banhos foram tensos, medo dela escorregar, medo de entrar água no ouvido, são muitos medos, mas como os dias, vão passando. Ainda é um dos momentos de maior atenção, mas cada dia vai ficando mais tranquilo. A ajuda do meu marido tem sido fundamental, sem ele não sei como estaria. Não só na hora do banho, mas em todos os momentos. O papai tem ajudado muito mesmo.

Descobri também que nem sempre ela vai dormir por várias horas, tem dias que ela quer ficar acordada o tempo todo e no colo, os braços cansam, o corpo cansa, não consigo fazer nada, mas eu escolhi ter filho e eu escolhi criar com apego. Então vamos nos adaptando e sempre penso que passa rápido e em pouco tempo ela não vai mais querer colo. Vou dar quanto colo ela quiser, mesmo as vezes me sentindo exausta, ela agora é minha prioridade na vida. 

Fico cansada e com sono e descobri também que para descansar preciso dormir no horário dela, nem sempre isso acontece, principalmente durante o dia, aproveito pra fazer outras coisas e fico ainda mais cansada. E depois que ela acorda fico me perguntando porque não dormi junto com ela.

Descobri também que muitas vezes tenho que parar de comer no meio da refeição pra dar mamar, ou vou dar mamar e nem vou conseguir comer, ou ainda vou comer comida fria. Ela é pequena e as necessidades dela são mais importantes do que as minhas.

Descobri o amor mais simples e puro que pode existir, (vou repetir aqui uma frase mais do que clichê, mas que é verdade) "Só quem é mãe pode entender esse amor". Agora eu entendo!
Descobri que o melhor cheiro do mundo é o dela, que abraça-la é uma delícia, que ver seu desenvolvimento é incrível. E que saber que ela é saudável é a melhor sensação.

E cada dia que passa são novas descobertas e novos desafios e vou continuar compartilhando com vocês as minhas experiências de mãe de primeira viagem. 

Espero que tenham gostado e fique a vontade pra contar-me quais são as suas descobertas e experiências como mãe ou como pai =)


Super beijo e fiquem comigo nas outras redes!





Nenhum comentário:

Postar um comentário