quinta-feira, 2 de janeiro de 2014

Leitura Dezembro 2013

Cem Anos de Solidão
Autor: Gabriel García Márquez
Páginas: 394
Editora Record - 71ª Edição
Releitura - 8° vez


Conheci Gabriel García em 2006 quando fui ao teatro assistir a peça dos irmãos Guimarães " Aquilo que serve se Lembrança."  Uma livre adaptação do livro Cem Anos de Solidão, fiquei encantada com o texto e enredo e senti que precisava ler aquele livro. Foi quando li pela primeira vez a história dos Buendia e a da fundação de Macondo e gostei tanto que reli uma segunda vez, depois uma terceira e ai comecei a ler essa obra pelo menos uma vez por ano, já disse aqui que sou uma pessoa que quando gosta de algo precisa rever e reler por diversas e diversas vezes, me faz um bem enorme :)!

Esse ano de 2013 não podia ser diferente, mas o ano foi meio corrido e não li tantos livros quanto gostaria, mesmo assim não podia quebrar minha tradição e Cem Anos de Solidão foi meu livro de Dezembro.
A cada leitura tenho novas percepções e acabo descobrindo um pouco mais da personalidade dos personagens,  algumas vezes de modo geral, acho o livro engraçado, outras acho cruel,  mas todas as vezes fico impressionada com a riqueza de detalhes e como a leitura é leve, Gabriel escreve de uma forma contínua onde não dá vontade de parar de ler e sinto que sou transportada para Macondo e passo a fazer parte daquele mundo, vivendo as mazelas do cotidiano, entre construções, invenções, amores, brigas, encontros e desencontros, e todos essas situações que fazem parte da vida de qualquer ser humano mesmo na vida real, apesar de ser outra época e ser uma obra de ficção há muitas lições que podem ser aprendidas. 
Nas últimas páginas do livro me dá um vazio. Queria que não tivesse fim

Nenhum comentário:

Postar um comentário