domingo, 4 de agosto de 2013

Leitura - Julho/2013





As Aventuras de PI
Autor: Yann Martel
Páginas: 371
2012



No meu aniversário em março desse ano, ganhei o livro As Aventurar de Pi. Não havia visto o filme, nem o trailer e não fazia ideia da história. 

Fiquei por muito tempo apenas olhando, gosto de maturar livros novos, e pensando em ler em alguma ocasião oportuna.

Em junho comecei a leitura, confesso que o início foi bem chato e estava bem desanimada. Sem muita fé no enredo. Depois de umas 40 páginas parei de ler e deixei o livro em um canto qualquer. O tempo passou, cerca de um mês, até sentia vontade de retomar a leitura, mas me faltava ânimo. Mas já estava incomodada por não estar lendo nenhum livro. Então decidi que terminaria a leitura até o final de julho, estipulei um prazo pra me forçar a ler. Acredito que as coisas acontecem na hora que tem que acontecer. Em menos de uma semana terminei. O livro é fascinante, entendi porque vendeu mais de 7 milhões de exemplares e fez tanto sucesso no cinema. Fez um bem enorme pra minha alma.

Pi Patel, garoto indiano de 16 anos, hindu, muçulmano e cristão, (adorei ele ter três religiões e ser praticante em todas elas, achei interessantíssimo) filho de um dono de zoológico em Pondichery, na Índia, vivia tranquilamente com sua família, até que
por problemas econômicos, políticos e sociais seus pais decidem ir para o Canadá. Eles embarcam no Tsimtsum, um cargueiro japonês levando vários animais do zoológico. O navio naufraga. E começa uma aventura incrível, dolorida e linda ao mesmo tempo.

Um bote salva vidas, um garoto, um tigre, uma zebra, uma hiena, uma orangotango, todos juntos e no meio do oceano Pacífico (por diversas vezes me perguntei como poderiam caber tantos animais em um bote). Pi teria que sobreviver. Como ele fez isso e se ele fez, não vou contar. Mas quando terminei de ler não entendi, refleti por alguns minutos, reli as últimas páginas e ai tudo fez sentido de forma sublime. Entendi perfeitamente o que aquela história representava.

O livro não trata de um garoto vivendo aventuras com animais, trata de algo muito maior.

E agora também,  já sei exatamente como me comportar se sofrer um naufrágio e ficar  em um bote salva-vidas com um tigre-de-bengala adulto.

Após ler o livro fui ver o filme e claro que me decepcionei, o filme é bonito com alguns efeitos fantásticos, mas não tem os detalhes e a carga emocional do livro, o que é normal sempre que há uma adaptação para o cinema. Portanto se você já viu o filme leia o livro e descubra novas emoções, se você não viu o filme leia o livro primeiro.

Agradeço de coração às pessoas que me presentearam (Carol, Lu e Cris) sem elas não teria feito essa leitura e não teria tido sensações tão boas. Eu gostei de verdade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário