quinta-feira, 30 de maio de 2013

Leitura - Maio/2013




Memória de minhas Putas Tristes
Autor: Gabriel García Marquez.
Páginas: 127 
18º Edição - 2008



        Um jornalista as vésperas de completar noventa anos decide se dar de presente uma noite de amor com uma virgem. Uma velha amiga dona de um antigo bordel consegue uma adolescente para que ele possa realizar seus desejos,é assim que incia o romance.
       Um personagem solitário, que encontra o amor verdadeiro depois de uma vida vazia, com mulheres descartáveis. Quase cem anos vividos sem surpresas escrevendo crônicas para um pequeno jornal da cidade onde nasceu,  dando aulas de gramática para alunos desinteressados , indo a bordeis e bares sem propósitos. Esse senhor narra suas memórias de forma simples e sem rodeios, e encontra a humanidade que lhe faltava quando se apaixona, pela primeira vez aos noventa anos de idade, por Delgadina a sua jovem Bela Adormecida.  E conta as coisas boas e ruins que uma paixão avassaladora pode causar. 
            Em alguns momentos tive a sensação, ou li palavras ou  fatos que me remeteram a Cem Anos de Solidão. Uma leitura agradável, com muitos sentimentos envolvidos bem típico de Gabriel García Márquez. Uma obra-prima que exalta o amor. 



Nenhum comentário:

Postar um comentário