terça-feira, 7 de junho de 2011

Ai o Tempo...

[m0311075.jpg]
A Ponte de Argenteuil - Monet



           As vezes acho que pra mim as coisas demoram mais pra acontecerem do que com as outras pessoas, mas percebo que não é bem assim.

       Temos que lutar todo dia, pra acordar, pra se alimentar, pra viver. E a vida segue seu percurso como um rio sempre em frente, não dá pra voltar e mudar algumas atitudes que poderiam ter sido diferentes. Melhores ou piores? Não sei. Diferentes? Sim.

E ai vamos vivendo. Sem perceber o tempo passou e ninguém avisou que seria assim, não há avisos prévios, devemos descobrir tudo sozinhos.

De repente você descobre que o tempo passa e que você já tem um passado. Abre o armário e se depara com coisas que já estão guardadas há muito tempo.
Você percebe que já tem uma história, uma vida que talvez nem seja assim tão longa e nem sempre assim tão boa, mas é a vida que temos e temos que vivê-la. Simples como uma tarde calma no campo.

O relógio não espera planejamentos e ideias que não saem do papel. As ideias deveriam sair do papel. É preciso fazer acontecer o que se quer.

Você acha que sua vida está sendo como gostaria que fosse? A gente sempre idealiza uma vida fantástica, divertida e cheia de aventuras, muitas vezes diferente da vida cheia de burocracia que levamos.

A vida parece injusta, porque é verdadeiramente injusta, mas pra quem? Afinal o que é a justiça?

E sempre em um determinado momento ou em vários, estaremos reclamando, estaremos sendo vítima de alguma injustiça, estaremos sofrendo sem merecer.
O tempo não volta e não para, mas o futuro pode ser de uma outra forma.

Nenhum comentário:

Postar um comentário