quarta-feira, 27 de abril de 2011

Descobrindo pequenos prazeres

        Eu nunca fui uma pessoa que gostasse muito de praticar atividades físicas, tentei algumas academias e não deu muito certo, mas há algumas semanas resolvi mudar essa história e comecei a fazer caminhada, e pra minha grande surpresa eu adorei.
 

    É impressionante como faz bem, é um momento em que penso em coisas simples ou as vezes não penso em nada, sinto o vento, observo paisagens que geralmente passam despercebidas, (o céu no fim da tarde é realmente uma das coisas mais lindas que existe) vejo pessoas diferentes e ainda cuido da minha saúde. Agora também já estou correndo, alternando uma coisa e outra. Fazia muitos anos que não corria de verdade, acho que desde quando era criança. Não me lembrava que era tão bom. Dá uma energia boa e uma vontade de continuar, de seguir em frente.
       
          E o melhor de tudo é que depois que chego em casa, tenho a sensação de dever cumprido e não sinto aquela culpa de não ter feito nada de interessantre durante o dia. 

          Tenho feito coisas novas e diferentes pra mim, isso de certa forma tem me inspirado. Estou aprendendo a cultivar pequenos prazeres, a valorizar aquilo que realmente importa.

        E deixo a dica: faça alguma coisa, e pode ser qualquer coisa, não é a atividade em si, mas como você se sente quando a estar praticando que faz a diferença, é o que se faz sem nenhuma obrigação e sem amarras. Assim me parece que a vida fica mais leve, mais fácil.

Nenhum comentário:

Postar um comentário